Siga o Portal do Holanda

Amazonas

Polícia Militar realiza passagem de comando do 4⁰ Batalhão da PM de Humaitá

Publicado

em

Divulgação Polícia Militar Divulgação Polícia Militar
Divulgação Polícia Militar

Manaus/AM - Na manhã desta terça-feira (13), a polícia militar do Amazonas realizou cerimônia militar de passagem de comando do 4⁰ Batalhão de Polícia Militar (BPM) localizado no município de Humaitá, distante 670km de Manaus. Assume o comando da unidade policial o Major PM Anderson Saif que traz novas experiências e ações para a segurança pública no município e unidades subordinadas ao Batalhão.

O 4⁰ BPM é uma unidade de excelência em segurança pública, possui uma Companhia Força Tática, atuando em diversas modalidades de policiamento ostensivo e preventivo, em visitas comunitárias, rondas escolares, aulas com instrutores do Programa Educacional de Resistências às Drogas e a Violência (PROERD) em escolas públicas, do Programa Formando Cidadão, em parcerias com órgãos públicos municipais, além de monitoramento do presídio local, policiamento em hospital, afirmou o novo Comandante. Saif também ressalta que o Batalhão é uma unidade singular tendo em vista que agrega outras unidades subordinadas as unidades de policiamento como no município de Apuí, Manicoré, Borba, Tapauã, Lábrea. Em Humaitá os policiais ainda realizam policiamento nos distritos da Comunidade da Realidade, comunidade Açuanópolis e na comunidade do Matupi, BR 230. 

Para o Major Anderson Saif é importante a parceria com a comunidade uma vez que o município faz divisa com Porto Velho (RO), funcionando como ligação e entreposto de mercadorias, fluxos de passagem de pessoas e transporte de cargas de todo o Brasil.  Nossa gestão será dedicada aos policiais militares, suas famílias e principalmente a comunidade local, e ter policiais qualificados é de fundamental importância para manter segurança dessa população que tanto precisa da polícia militar, afirmou Saif.

A passagem de comando foi realizada no auditório da Universidade Federal do Amazonas (UFAM) e contou com o efetivo de policiais militares do Batalhão, de comunitários, representantes do poder judiciário e legislativo, além de amigos e convidados.

A menina que o tráfico matou

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.