Siga o Portal do Holanda
Negociatas

MPC vê corrupção na Seduc-Am e quer a extinção do Deinfra

Publicado

em

O Ministério Público de Contas está propondo o desmonte do Departamento de Administração e Infraestrutura da Seduc, responsável pelo acompanhamento de construção de escolas, de transporte de merenda escolar, segurança, limpeza e  outros serviços. O Deinfra foi transformado, para usar as palavras de um procurador, em “um covil de negociatas”.

 

 

Investigações que o MPC vem realizando já revelam fortes indícios de duplicação de processos para pagamentos, atestos fraudulentos de medição de obras e suspeitas de pagamento de propina a funcionários públicos.

Uma reunião na semana passada entre procuradores e representantes do governo indicou um impasse quanto a ideia. O governo resiste.

O procurador Carlos Almeida sugeriu na reunião a extinção do Departamento da estrutura organizacional da Seduc, e que as obras e serviços em andamento sejam direcionados para a Secretaria de Estado da Infraestrutura. O MPC deu 15 dias para o governo mudar esse quadro considerado uma ferida aberta pela qual escorre o sangue do contribuinte que paga impostos que não se refletem em serviços compatíveis com a realidade do estado.

É o início de uma queda de braço entre o MPC e grupos de interesses, focados nos recursos de uma secretaria que tem dinheiro para tudo, mas falta para a educação.

A compra sem licitação da merenda escolar nos últimos dias (clique AQUI  e leia)  beneficiando empresas de apenas uma família e na qual o Estado gastou mais de R$ 30 milhões fez acender a luz vermelha no MPC. Vem chumbo grosso por aí.

+ BASTIDORES DA POLÍTICA

-

Para compartilhar esse conteúdo, por favor utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

leia a bula: doenças que vem com o carnaval

 Siga o Holanda

Amazonas

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.