Siga o Portal do Holanda

Mercadores da saúde tiraram a máscara no Amazonas

Publicado

em

Uma doença sempre preocupa. E quando ela se torna endêmica e perigosa expõe a fragilidade dos governos e do sistema de saúde. Mas se ajuda a exteriorizar fraquezas e inexperiência, falta de comunicação e pânico, também revela o oportunismo de quem busca lucro até mesmo na tragédia.

O Amazonas é um perverso e vergonhoso exemplo da ação  desses mercadores, que usam do poder politico e econômico para inflar seus negócios. E o fazem de forma descarada, avançando sobre o já sofrido sistema público de saúde.

Para eles é preciso destruir o pouco que existe para se  apossarem da vida e do destino das pessoas.

Não se intimidam, vão para as ruas, gravam vídeos, vendem seus negócios, justificam seus meios, falam em nome de um povo que não representam e jamais representarão.

Falta para eles tudo o que eles acham que têm: vergonha e espírito público.

 

RESPEITO CONSTITUCIONAL

 

Habeas corpus para descumprir uma norma constitucional inerente à função pública. Algo absurdo? Não, realidade. A nova secretária de Saúde, Simone Papaiz usou a ‘remédio’ jurídico para rejeitar a convocação do Legislativo para explicar as ações contra o coronavírus.

@@@

Os deputados atuam em nome do povo e têm autoridade para convocá-la. O judiciário poderia ter concedido o pedido da secretária, mas não o fez. Por respeito a um poder constitucional.




+ BASTIDORES DA POLÍTICA

Já leu estas ?

Para compartilhar este conteúdo, utilize o link ou as ferramentas oferecidas na página. Textos, fotos, artes e vídeos do Portal do Holanda estão protegidos pela legislação brasileira sobre direito autoral.

Copyright © 2006-2019 Portal do Holanda.